07/01/2017 19:01

Seis morrem em confrontos por preço do combustível

Police officers detain people for looting while protesting against the rising prices of gasoline enforced by the Mexican government, in Boca del Rio, on the outskirts of Veracruz, Mexico, January 5, 2017. REUTERS/Victor Yanez FOR EDITORIAL USE ONLY. NO RESALES. NO ARCHIVES

 REUTERS/Victor Yanez FOR EDITORIAL USE ONLY. NO RESALES. NO ARCHIVES

Confrontos durante protestos contra o aumento do preço dos combustíveis no México já deixaram seis mortos e mais de 1.500 presos no país.

Diante das manifestações, o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, pediu a compreensão da população e afirmou que o aumento do preço dos combustíveis foi “uma decisão difícil, impopular, mas necessária”.

O preço da gasolina e do diesel subiu entre 14% e 20% desde que o governo de Peña Nieto desregulamentou os preços e decretou o reajuste a partir de 1º de janeiro.

Band