08/03/2017 19:03

Barça consegue virada histórica diante do PSG

Barcelona faz 6 a 1 com três gols nos últimos cinco minutos de partida e se classifca

Neymar teve papel fundamental na virada histórica do Barcelona

Neymar teve papel fundamental na virada histórica do Barcelona

Barcelona e PSG se enfrentaram na Espanha em uma partida que tinha tudo para entrar na história da Liga dos Campeões. O time catalão perdeu por 4 a 0 na ida das oitavas de final e precisava de uma virada inédita para chegar pela 10ª vez consecutiva às quartas de final da competição.

O Barça chegou a fazer 3 a 0, mas viu Cavani marcar e quase acabar com o sonho culé. No final, o Barça fez mais três, chegou aos 6 a 1, e conseguiu uma vitória histórica.

E o time casa começou o jogo da maneira que precisava: marcando gol. Logo aos dois minutos de jogo Luis Suárez marcou para dar esperança os torcedores catalães. Rafinha cruzou da direita, Verratti não conseguiu afastar e o uruguaio apareceu para completar de cabeça. Meunier tentou salvar, mas a bola já tinha ultrapassado a linha.

O Barcelona foi para pressão e não deixava o PSG jogar. O time francês ficou acuado em seu campo de defesa e tentava fugir em chutões. O Barça foi desperdiçando chances e a tensão foi aumentando. As duas equipes reclamaram um pênalti durante a primeira etapa, mas não foram atendidas.

Quando o PSG parecia que estava se segurando bem na zaga o Barcelona colocou mais fogo no jogo. Aos 39 minutos, Iniesta lutou por uma bola perdida próxima a linha de fundo, Marquinhos deu bobeira e o espanhol tocou de calcanhar. Kurzawa tentou tirar, mas acabou chutando contra a própria meta.

Assim como no primeiro tempo, o segundo começou bem para o Barcelona. Aos dois minutos Neymar invadiu a área, Meunier escorregou e de cabeça acabou derrubando o brasileiro. O árbitro marcou pênalti somente após ouvir o auxiliar. Apesar da reclamação dos franceses, Messi foi para cobrança e fez o terceiro.

Faltava somente um gol para o Barcelona empatar no placar agregado. A torcida fazia uma grande festa no Camp Nou e o PSG não podia mais segurar a pressão por tanto tempo e teve que sair mais para o jogo. Aos seis minutos Cavani acertou a trave, assustando o Barça, que logo se recuperou e voltou para fazer uma blitz no timer francês.

Mas aos 16 minutos o PSG fez com Cavani, que pegou de primeira após escorada de cabeça de Kurzawa. O gol obrigava o Barça a vencer por 6 a 1 por conta do gol fora de casa, missão praticamente impossível. O gol também refletiu no comportamento do time, principalmente de Neymar, que começou a ficar nervoso e até recebeu um amarelo por falta maldosa em Marquinhos.

O uruguaio ainda perdeu uma grande chance de fazer seu segundo gol aos 18 minutos, quando ficou cara a cara com Ter Stegen, que fez grande defesa. O Barcelona seguia em busca de mais um gol, mas o ímpeto já não era o mesmo. Ainda assim chegou a seu quarto gol em bela cobrança de falta de Neymar aos 42 minutos, colocando mais fogo no jogo. Dois minutos depois o brasileiro voltou a marcar em outro pênalti polêmico.

O árbitro deu cinco minutos de acréscimo e o Barcelona só precisava de mais um gol. O time se lançou ao ataque, inclusive com o goleiro Ter Stegen indo para área. No último minuto a bola foi lançada na área e o volante Sergi Roberto se esticou todo para fazer o sexto gol e provocar histeria na torcida culé, que comemorou muito a vaga um uma partida que entra para história.

 

Band