16/05/2017 15:05

Dois atletas do projeto social Meninos do Lago vão representar o Brasil em provas mundiais

Os canoístas Felipe Borges e Leonardo Curcel, revelados para o esporte por meio do Projeto Meninos do Lago, classificaram-se na seletiva nacional de canoagem slalom, disputada neste fim de semana, no Canal Itaipu. Ana Sátila confirmou a expectativa e também se credenciou a representar o Brasil na Copa do Mundo e Mundial Sênior de Canoagem. Os três – Felipe, Leonardo e Ana – representaram o Instituto Meninos do Lago (Imel), entidade pela qual os alunos do Projeto Meninos do Lago e canoístas de Foz do Iguaçu (cidade-sede da seleção brasileira da modalidade) são credenciados em competições. O projeto e o instituto homônimos têm o apoio da Itaipu Binacional.

Além deles, Guilherme Rodrigues e Omira Maria estarão no Mundial Júnior e Sub-23. A seletiva ocorreu simultaneamente com as provas da segunda etapa da Copa Brasil de Canoagem Slalom, que reuniu 127 canoístas.

No C1 Masculino Sênior, o iguaçuense Felipe Borges foi o mais rápido na água, garantiu a vaga internacional e também o lugar mais alto do pódio na sua categoria. Com o tempo de 89.47, ele ficou 1.71 segundos à frente do seu conterrâneo, Leonardo Curcel. Neste domingo (14), Dia das Mães, Felipe sabia a quem dedicar a vitória. “Estou muito feliz. Minha conquista é também da minha mãe, Isolde.”

Pelas categorias femininas do K1 e C1, Ana Sátila continua imbatível. A atleta conseguiu vencer com facilidade. “Vamos para mais uma temporada; vou buscar mais uma medalha internacional”. No ano passado, ela conquistou uma prata em Praga, República Tcheca.


Felipe Borges, outro atleta revelado pelo projeto social Meninos do Lago, também foi selecionado e representará o Brasil em competições internacionais.

No K1 Masculino Júnior, Guilherme Rodrigues (Imel) esteve próximo do índice dos principais atletas brasileiros. Com o tempo de 86.46 segundos, ele conquistou o pódio da segunda etapa da Copa Brasil. No ranking geral, o atleta ficou em quarto lugar. Pelo K1 Feminino Júnior, Omira Estância representará o Brasil junto com Marina Souza e Ana Sátila no K1 Feminino Sub-23. As duas são atletas do Imel.

Um show à parte foi dado por Wesllen de Souza, do projeto social Meninos do Lago. O atleta, de 12 anos, do K1 Masculino Menor, garantiu o sexto lugar na competição, mas conquistou o público com sua alegria.

Pontuação por equipes

O Imel fez quase o dobro de pontos do segundo colocado, a Associação Pirajuense de Esportes Náuticos (Apen), seguidos pela Ascapi, de Piracicaba (SP), com 550 pontos. O evento ao todo contou com a participação de sete associações.
“A canoagem tem trazido grandes resultados para a Itaipu. Estamos muito felizes, porque este investimento se traduz em medalhas e oportunidades para nossos atletas, além de divulgação da nossa cidade”, avalia Márcio Bortolini, da Assistência da Diretoria Geral Brasileira da Itaipu (AS.GB).


Sempre favorita nas competições nacionais, Ana Sátila não foi relevada pelo projeto, mas compete pelo Instituto Meninos do Lago.

 

JIE