30/01/2017 10:01

Francesa conquista o título de Miss Universo

Iris Mittenaere, representante da França, conquistou o título de Miss Universo 2016 na noite de domingo, dia 29. A candidata desbancou 85 concorrentes em uma disputa emocionante. A brasileira Raissa Santana não conseguiu avançar do top 13.

Foto: Tom Starkweather/Miss Universe

Foto: Tom Starkweather/Miss Universe

Além da coroa avaliada em aproximadamente US$ 120 mil, Iris levou para casa um prêmio no valor de US$ 250 mil, um ensaio exclusivo, um salário considerável cujo valor não foi divulgado e um ano de aluguel em um apartamento luxuoso.

Com transmissão ao vivo pela Band/TV Tarobás, o concurso começou com a apresentação das 86 candidatas ao som do rapper Flo Rida direto de Manila, nas Filipinas.

Pelo segundo ano consecutivo, o apresentador Steve Harvey comandou a festa máxima da beleza. Assim que entrou no palco, ele relembrou a gafe cometida no ano passado, quando anunciou erroneamente a colombiana como vencedora do concurso.

“Eu sei o que vocês estão pensando: ‘É esse o cara do ano passado? Trouxeram ele de novo?’. Foi um ano difícil. Paguei meus pecados pelo ano passado, mas aprendi uma coisa: quando a gente erra tem que seguir em frente”, declarou.

Harvey ainda garantiu que não cometerá o mesmo erro. “Fiz uma pequena cirurgia nos olhos e quando chegar o cartão vou conseguir ler direitinho”, brincou.

Após o discurso, a filipina Pia Alonzo Wurtzbach, atual Miss Universo, reencontrou o anfitrião. “Quero te agradecer por ter me tornado a miss mais famosa de toda a história”, declarou.

Em seguida, as concorrentes se reuniram para ouvir o anúncio das 13 semifinalistas (uma delas escolhida por voto popular). Raissa foi a décima anunciada e não conteve a emoção.

Antes do anfitrião revelar o nome das 9 semifinalistas, as candidatas participaram do momento mais aguardado da noite: o desfile de biquíni.

Apesar do bom desempenho, Raissa não conseguiu avançar na competição. “Para mim a brasileira tinha o corpo mais bonito do concurso”, avaliou Renata Fan. “Estou triste, ela merecia seguir nesse concurso, é frustrante, mas bola para frente”, continuou a apresentadora na transmissão ao vivo pela Band.

Cássio Reis também teceu elogios à beldade. “Raissa, você fez bonito. Eu sei o quanto você se preparou para chegar até aqui e sei que trará esse Miss Universo no coração para todos nós”, disse o apresentador.

Após a derrota da brasileira, as candidatas que continuaram no páreo desfilaram em traje de gala. O momento foi crucial para a definição do top 6.

Por fim, as candidatas responderam às perguntas dos jurados e apenas três seguiram para a grande final: Colômbia, França e Haiti.

Antes do anúncio da vencedora, o grupo Boyz II Men soltou a voz no palco e animou a plateia.

Essa foi a terceira vez que as Filipinas sediaram o concurso. As outras foram em 1974 e 1994.

Reveja o momento da coroação:

Desempenho do Brasil

Com uma forte campanha na internet, Raissa Santana chegou às Filipinas no dia 12 de janeiro. Durante todo o confinamento, ela era tida como uma das 3 favoritas à coroa.

Ao ser anunciada no top 13, a modelo de 21 anos não segurou a emoção. “Estou muito orgulhosa. Quero ser um exemplo para outras garotas como eu”, declarou a brasileira.

Apesar do ótimo desempenho ao longo do concurso, Raissa não conseguiu entrar no top 9.

A representante do Paraná foi coroada em 1º de outubro de 2016, no Citibank Hall, em São Paulo, pela gaúcha Marthina Brandt. A vitória fez com que ela se consagrasse com a primeira negra eleita Miss Brasil em 30 anos – a primeira foi a gaúcha Deise Nunes, em 1986.

Apenas duas brasileiras conquistaram o título de beleza máxima ao longo da história: Ieda Maria Vargas, em 1963, e Martha Vasconcellos, em 1968.

A última se aproximar da coroa foi Natália Guimarães, que ficou em segundo lugar em 2007. Na ocasião, ela perdeu título para a candidata do Japão, Riyo Mori.

(Band)